clima-header

Buenos Aires - - Terça 19 De Janeiro

Home Turismo As 7 Chaves para Prevenir Acidentes na Montanha

As 7 Chaves para Prevenir Acidentes na Montanha

A natureza nos dá tiros instantâneos e experiências únicas, mas também é capaz de nos complicar em níveis impensáveis para a rota mais conhecida em trilhas próximas.

Turismo

Os esportes de montanha são atividades físicas que podem ser realizadas quase em qualquer idade e que, além disso, permitem o contato direto com o ambiente natural. A natureza nos dá tiros instantâneos e experiências únicas, mas também é capaz de nos complicar em níveis impensáveis para a rota mais conhecida em trilhas próximas. Em seguida, deixamos você com algumas chaves para a prevenção de acidentes de montanha.

  1. Planejamento de partida. Saiba quantas pessoas e quais são suas habilidades, qual será o percurso e a duração que se espera durar a partida, levando sempre em consideração a pessoa com menos capacidade ou experiência.
  2. O material indispensável. Mapas de área, GPS ou bússola, navalha, lanterna, telefone (com bateria completa ou sobressalente) e apito são essenciais, bem como úteis para alimentos e bebidas. Além disso, você precisa estar ciente do tempo para incluir ou excluir material e é sempre importante não esquecer um creme protetor solar.
  3. Previsões meteorológicas. É aconselhável rever os avisos meteorológicos que fornecem todos os fenômenos atmosféricos adversos até um período máximo de 60 horas e sua evolução.
  4. O vestuário. Ao sair na montanha, não é apenas importante levar uma mochila confortável com a capacidade certa. É essencial, especialmente quando a rota passa pela montanha alta, para não esquecer um boné ou chapéu, lenço, luvas e óculos para se proteger do vento e sol, bem como usar botas ou sapatos apropriados (se possível, cobrindo a área do tornozelo) com meias absorventes de umidade (melhor usar um par de reposição). Para manter o frio na baía (mesmo no verão, dependendo da altitude), a premissa é vestir-se em camadas: o primeiro com uma camiseta respirável e térmica, roupas de proteção -que também pode ser térmico- e um blusão à prova d'água, embora não seja demais usar uma camiseta térmica. recarga, se o esforço for previsto intenso, e outro casaco casaco.
  5. A comida. É necessário trazer lanches para recuperar a força, dependendo da intensidade e da rota. É ideal combinar alimentos ricos em carboidratos simples com complexos, com o objetivo de obter energia e recuperar parte das reservas de glicogênio utilizadas, mas que são facilmente digeríveis. Algumas opções incluem biscoitos, barras de energia, uma mistura de frutas frescas ou nozes.
  6. A bebida. A água é essencial para não desidratar, mesmo que o tempo esteja frio. Se a partida levar um dia inteiro, você precisa levar cerca de dois litros por pessoa com você. Água, sucos de frutas diluídos em água ou bebidas isotônicas -reabastecer sais minerais perdidos pelo suor ou energético - que fornecem energia enquanto hidratam - são uma boa opção.
  7. O armário de remédios. Uma pessoa para caminhadas deve sempre levar um kit de primeiros socorros contendo pinças, tesouras, luvas, vagens fisiológicas de soro, um produto desinfetante (como clorexidina), gaze, band-aid e bandagem auto-adesiva. Para casos de entorses ou dores de cabeça, anti-inflamatórios ou analgésicos e cremes para tratar picadas de insetos ou mordidas. O cobertor isolado é outro dos itens básicos em um kit de primeiros socorros, o que ajuda a preservar o calor do corpo em um ambiente não agressivo porque, sob condições de chuva ou frio extremo, é necessário aplicar outras medidas de isolamento.

Fonte: Forum Spor

Data de publicação: 13/03/2019

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Temas

cat1-artículos

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Não há comentários

Deixe um feedback


Comentários

Tradições
Mercado Central de Mendoza O Mercado Central de Mendoza, um clássico

Na cidade de Mendoza, o Mercado Central opera há anos. Produtos regionais, entretenimento e restaura...

Argentinos em todo o mundo
berlin-covid A entrerriana que enfrenta o COVID-19 de Berlim

Sofia Ramírez é uma jovem paranaense que está sediada na cidade de Berlim, Alemanha. Como atravessam...

História
semana tragica titular A Semana Trágica: aquele sangrento janeiro de 1919

Em uma semana semanal, o movimento operário argentino nasceu como unidade de negociação. E o primeir...

Espetáculos
autocine A antiga fábrica no Paraná se transformou em um drive-in

Novas oportunidades surgem da pandemia e das crises. Vamos falar sobre a história do novo cinema dri...

fm-barcelona

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias