Buenos Aires - - Segunda 30 De Novembro

Home Pessoas É assim que somos Seu, meu e...

Seu, meu e...

É necessário que cada membro do casal compartilhe com seus filhos biológicos espaços e momentos individuais

É assim que somos

Ao iniciar um  novo relacionamento  e há filhos de casais anteriores, surgem questões sobre como apresentar o casal atual. Espera-se que, por parte dos meninos, apareça ciúme, raiva, angústia, decepção.

Antes de conhecer seus filhos, é preferível ter certas garantias sobre a força do vínculo.

Uma vez estabelecida a relação, sugere-se que os primeiros encontros sejam fora da casa; se forem crianças, em algum lugar ao seu gosto. No caso dos adolescentes a tarefa poderia ser mais complicada, por isso é importante sinceridade e fortalecer o lugar de prioridade afetiva que sempre ocuparão. A ideia é que será gradual e progressivamente. Por sua vez, a opinião que eles formam deve ser ouvida e falada. Apoiará este processo se os antigos parceiros trabalharem de forma positiva.

Não há tempo pré-determinado para tomar esses passos e será dado no futuro da vida cotidiana. Se eles decidirem viver juntos, os adultos devem ser capazes de planejar, concordar com as regras de antemão, não quer tomar o lugar de pai ou mãe dos filhos do outro, falar sobre despesas e dinheiro anteriormente (o que geralmente é pesado), organizar a casa o melhor possível para que cada membro da nova união se sente considerado a partir de sua individualidade.

Embarcar em tal aventura não é uma tarefa fácil... então tudo para aqueles que decidem, vale a pena apostar em um novo projeto baseado em um vínculo de amor que buscará o bem-estar das crianças.

Por outro lado, para preservar as subjetividades em um novo esquema familiar, é necessário que cada membro do casal compartilhe com seus filhos biológicos espaços e momentos individuais, sejam eles fazendo ou gerando novas propostas.

E, finalmente: Não se esqueça de aproveitar a vida como um casal!

Data de publicação: 15/05/2018

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Temas

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Não há comentários

Deixe um feedback


Comentários

Tradições
mate-amargo Você gosta de companheiro amargo?

Nós ensinamos-lhe como curar o recipiente para que você desfrute dos bitters mais ricos.

Tradições
Cómo curar un mate dulce Como curar um doce companheiro

Se o companheiro amargo não é a sua coisa, dizemos como curar o recipiente para tomar foscos doces e...

História
Teatro argentino Teatro Argentino: uma paixão nacional e popular

Os elfos do teatro argentino nasceram entre escravos e crioulos, aprendizes dos espanhóis. Vamos via...

O pior de nós
playa contaminación É tão difícil deixar a praia limpa?

Depois de um fim de semana, é claro que nem todo mundo entende que quando você sai da praia, você te...

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias