Buenos Aires - - Sábado 24 De Outubro

Home Pessoas Argentinos em todo o mundo Alexander Marmo voltou com suas obras para os Museus do Vaticano e aeroporto de Roma

Alexander Marmo voltou com suas obras para os Museus do Vaticano e aeroporto de Roma

O artista é o único argentino a expor nos Jardins do Vaticano.

Argentinos em todo o mundo
Aeropuerto de Roma

artista argentino Alejandro Marmo iniciou uma nova turnê por Roma , com uma agenda que inclui os Museus do Vaticano, o aeroporto da “cidade eterna” e a apresentação de um livro sobre sua carreira na Casa Argentina, na capital italiana.
Depois de visitar o Papa Francisco, e antes da apresentação da próxima semana de um livro da especialista italiana Maria Pia Capello sobre sua carreira, Marmo disse que “sempre que ele foi levado para morrer, (Jorge) Bergoglio aparece ressuscitado”.
“ Em 2012 ele estava quase morto, remoto e resignado, e no ano seguinte foi eleito Papa. Agora, quando o amor da Argentina por Francisco para morrer, uma possível visita à Argentina ressuscitará o afeto do povo”, disse ele.
Depois de colocar em dezembro passado uma escultura de sua série clássica “ O Abraço ” no Terminal 3 no aeroporto de Fiumicino, Marmo fez uma intervenção com um “design vivo” no site, que servirá de base para uma exposição a ser realizada em outubro.
Naquele mês, ela também colocará na capital italiana uma imagem de María Eva Duarte de  Perón  , de dois metros de altura, semelhante à que colocou na Avenida 9 de Julio em Buenos Aires - Aires.
 Marmo, o único argentino a expor nos Jardins do Vaticano , juntou-se à figura de Bergoglio anos atrás, para o trabalho conjunto que os levou a compartilhar a preparação do livro assinado pelo Pontífice, “Minha Ideia de Arte”, no qual elogia a obra do artista.
“ A síndrome de importância que deixou os argentinos doentes nos faz pensar que existimos antes do Renascimento e inventamos a cultura binária de pólos opostos”, refletiu o artista de 48 anos sobre a crítica do pontífice em seu país natal.
“ Vivemos na vaidade como a moeda da cultura medíocre. Alguns na Argentina não suportam a possibilidade de ser superado, e não aceitam que um sacerdote de Flores seja Papa”, lamentou nessa direção o autor do “Cristo Operário” e da “Virgem de Lujano”, feitos com descartes industriais colocados nos jardins do Vaticano.
Este sábado, o artista liderou uma intervenção diante de suas obras com a participação da orquestra juvenil Jujuy, com a direção de Sergio Jurado e a participação de jovens da Alemanha coordenada por María Álvarez.A
turnê de Marmo em Roma encerrará com a apresentação na Casa Argentina da capital italiana do livro “Metamorfose Espiritual de Alejandro Marmo”, da crítica Maria Pia Cappello.

Fonte: Télam

Data de publicação: 20/05/2019

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Temas

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Não há comentários

Deixe um feedback


Comentários

Argentinos em todo o mundo
Feminismo obra Uma água-viva em Nova Iorque

O trabalho do argentino Luciano Garbati foi colocado em um parque na cidade. O mito da Medusa, com u...

Pegada Solidária
Gran Gala por los Niños 2020 Grande Gala para Crianças 2020

Chega o terceiro evento de caridade organizado pela Fundação Julio Bocca, Manos en Acción e Children...

História
 Justo José de Urquiza Urquiza, arquiteto da Nação

Outubro é também o mês de Justo José de Urquiza, um estadista entrerriano que colocou a Pátria à fre...

Tradições
Olimpíadas culturales A Olimpíada Cultural tem a sua festa

Maggiolo é uma pequena cidade em Santafesino onde se realiza um festival muito original: o da Olimpí...

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias