Buenos Aires - - Quarta 28 De Outubro

Home Gastronomia Um clássico que nunca falha.

Um clássico que nunca falha.

Camada por camada, esta sobremesa é um sucesso garantido.

Gastronomia

Pode-se dizer que  Marité Mabragaña  teve uma epifania. Trabalhou como diretora criativa em uma agência de publicidade quando, uma tarde em 1982, brincando na cozinha com os produtos de dois de seus clientes, gerou um antes e um depois nas festas de aniversário argentinas.  Uma tarde, Marité inventou a chocotorta. 

Desde as primeiras gerações de mães executivas, ela foi capaz de combinar suas habilidades de dona de casa com a criatividade que seu trabalho exigia dela e, sem procurar, ela salvou milhares de pessoas que não tinham idéia de como fazer uma sobremesa simples e rica.

Um pacote de biscoitos é a base fundamental do bolo mais escolhido pelos argentinos. Sem biscoitos, tempos de cozimento exatos ou neve clara: chocolinas, queijo branco e leite doce. E ponto final. A chocotorta parece uma improvisação de última hora, mas é a estrela de todos os aniversários.

 Camada por camada, esta sobremesa é um sucesso certo.O horror de alguns chefs de pastelaria não requer cozinhar ou métodos sofisticados, e talvez haja parte de seu triunfo: é um bolo democrático, fácil de fazer, combinando ingredientes que já ganham por conta própria e tem a simplicidade do que é conhecido .  Há mais alguma coisa necessária?

Data de publicação: 18/04/2018

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Pode lhe interessar



Temas

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Por: Marité Mabragaña 28 agosto, 2018

Gracias por la nota... y lindísima la foto de la Chocotorta!... Soy Marité Mabragaña, la que la inventó sin imaginar lo que iba a pasar. Les cuento. Desde el principio fue un éxito. Pero lo que no puedo creer es que pasaron tantos años y todo sigue. Eso es lo que tiene la creatividad. Podés hacer cientos de comerciales y hay algo que perdura. Simplemente, porque le gusta a la gente. Es magia. Saludos a todos!

Por: Monica 29 agosto, 2018

En respuesta a

Hola, soy Mónica tengo 60 años , me encanta la chocotorta pero yo la hacia cuando era adolecente.quizás esté mal año. saludos

Por: Gabriela Saavedra 30 agosto, 2018

En respuesta a

¡Hola, Marité! Muchas gracias por tu comentario. Me alegra mucho que te haya gustado la nota. Y, en nombre de todos los argentinos, ¡gracias por inventar la chocotorta! Saludos.

Deixe um feedback


Comentários

Tradições
En el norte santafesino, el año arranca a puro festival No norte de Santafesino, o ano começa a puro festival

Há três festivais imperdíveis que esta região oferece em janeiro. O Festival da Costa, a Dança do Pa...

Conhecimento
 Radio Telescopio Chino Argentino São João, aproximando-se das estrelas

A província de San Juan e o projeto de radiotelescópio chinês que o tornará um dos centros científic...

Tradições
religión chipa Bendiciones de chipá

Un obispo auxiliar de Corrientes recibió un curioso regalo como parte de una tradición religiosa de...

Argentinos em todo o mundo
Ciencia Argentina Um jovem puntano que deixa vestígios no mundo da ciência

Germán Gomez participou de pesquisas na Alemanha e fez parte de uma equipe de prestígio dos Estados...

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias