Buenos Aires - - Quinta 22 De Outubro

Home Argentina História Uma batalha ganha pela paz

Uma batalha ganha pela paz

Quando temos a oportunidade de fazer três votos, há um que, sem dúvida, está entre os cinco primeiros: a paz mundial.

História
 25 de novembro de 1936: Prêmio Nobel de Saavedra Lamas Quando temos a possibilidade de fazer três desejos, há um que, sem dúvida, está no top cinco  (embora nunca saberemos, porque os desejos não podem ser contados): a paz mundial. Parece utopia, e talvez seja, mas há pessoas que ajudaram a dar pequenos passos nesse sentido. Na Argentina temos muitos exemplos disso, e alguns deles foram reconhecidos com o prémio mais emblemático da região: o Prémio Nobel da Paz. O primeiro argentino (e também o primeiro latino-americano) a receber este prêmio foi Carlos Saavedra Lamas, político, diplomata e jurista, em 25 de novembro de 1936.Em 1935, Saavedra Lamas foi Ministro das Relações Exteriores durante a presidência de Agustín P. Justo. Nesse cargo, presidiu a Conferência de Paz do Chaco — na qual participaram Brasil, Chile, Perú, Uruguai e Estados Unidos. UU.—, após o qual foi alcançado um acordo de armistício que terminou a guerra do Chaco, disputado entre Paraguai e Bolívia. Além dessa intervenção, promoveu o chamado Pacto Anti-Guerra Saavedra Lamas, ao qual 21 países americanos e europeus foram assinados. Este documento condenou guerras de agressão e incentivou a busca de uma solução pacífica para disputas internacionais. Saavedra Lamas pode não ter alcançado a tão desejada paz mundial, mas ele colocou sua coisa para trazer um pouco de calma para uma guerra que, até então, já tinha derramado muito sangue.

Data de publicação: 25/11/2018

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Temas

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Não há comentários

Deixe um feedback


Comentários

Tradições
Expo Citrus Se você quer um citrino, vá para Concordia

A cidade entrerriana de Concordia é tão famosa por sua atividade cítrica que tem uma festa onde você...

Argentinos em todo o mundo
argentina en Dinarca Um madrynese solto na Dinamarca

Em 2015, Mariana Cagnoli casou-se com um jovem dinamarquês e, quatro anos depois, tomaram a decisão...

História
presidentes Córdoba 6 presidentes formados em Córdoba

Nós dizemos quem são os profissionais que se formaram na Universidade Nacional de Córdoba que vieram...

Tradições
 turismo y viñedos Aniversário Cutral Có: terra de petróleo, turismo e vinhedos

Entrevistamos José Rioseco, prefeito de Cutral Có, que nos contou sobre esta bela cidade petrolífera...

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias