Buenos Aires - - Terça 27 De Outubro

Home Argentina Conhecimento Glossário da Diversidade Sexual

Glossário da Diversidade Sexual

As palavras podem ser usadas para discriminar ou rotular, mas também para abrir novos horizontes e combater a discriminação.

Conhecimento
diversidad

Partilhamos parte do manual sobre boas práticas de comunicação sobre diversidade sexual preparado pelo INADI.

Apesar dos avanços na legislação, a discriminação relacionada a questões de orientação sexual e identidade de gênero está ancorada na sociedade e manifesta-se na violência física, simbólica e comum na linguagem coloquial. Tendo em conta que os meios de comunicação social são uma das principais áreas para a reprodução de significados discriminatórios e a construção de estereótipos, o Instituto Nacional contra a Discriminação, Xenofobia e Racismo (INADI) elaborou um Manual de Comunicação Inclusiva, destinado aos comunicadores, que visa promover, desde um lugar de respeito profissional, a participação dos jornalistas na construção de uma sociedade mais igualitária e respeitadora da diversidade.

“ As questões de diversidade sexual representam 30% das queixas recebidas pelo INADI. A maior porcentagem anual são queixas sobre deficiência”, eles compartilham da agência.

 Partilhamos alguns dos termos do Manual de Comunicação Inclusiva 

 Gênero: Refere-se à classificação binária entre masculino e feminino. Classificação agora relativizada na medida em que se reconhece que os aspectos que compõem o sexo biológico e anatômico de um ser vivo (cromossomos, hormônios, gônadas, estruturas sexuais internas e genitalidade) são dados de forma diferente; e, por outro lado, são percebidos de acordo com categoria.campos culturais.

 Gênero: Um sistema de normas que determina como um homem e uma mulher devem se comportar para serem percebidos como indivíduos diferenciados, de acordo com o sexo atribuído ao nascer. Isto inclui os papéis, os costumes, o vestuário e a linguagem através dos quais a masculinidade e a feminilidade estão representadas numa cultura particular. Devido ao seu status social e cultural, as atribuições de gênero variam de acordo com o contexto histórico (...).

 Orientação sexual: Atração estável — sexual, erótica ou afetiva — por homens, mulheres ou ambos os sexos. Também está ligada à identidade formada a partir dessa atração e aos padrões de comportamento e relacionamento estabelecidos entre pessoas que compartilham a mesma orientação sexual. Se esta atração é dirigida a pessoas de um gênero diferente ou igual ao seu, fala-se —respectivamente— de heterossexualidade e homossexualidade. Se o desejo de uma pessoa, em vez disso, inclui ambos os gêneros, sua orientação é bissexual.

 Identidade de gênero: Percepção de que uma pessoa tem de seu próprio gênero e de si mesmo, além do sexo biológico que lhe foi atribuído no momento do nascimento. Não é, portanto, da ordem biológica, mas é formada a partir de componentes sociais, psíquicos e culturais. Todas as pessoas têm o direito de expressar a identidade de gênero que sentem e assumem como sua própria, seja masculina ou feminina. O processo de identidade pode ser dinâmico e variar ao longo da vida.

 LGTBI: Iniciais que designam pessoas lésbicas, gays, trans, bissexuais e intersexuais, e identificam o movimento da diversidade sexual. Cada uma das identidades é nomeada para torná-las visíveis, portanto, é um acrônimo que varia à medida que novas identidades sexuais diversas emergem.

 Heteronormatividade: Sistema de normas que apresenta a heterossexualidade como modelo válido e único de sexo, afetivo e parentesco.

 Transexuais ou transexuais: termos genéricos que abrangem travestis, transexuais e pessoas transexuais. Expressam, portanto, o conjunto de identidades daqueles que desenvolvem, sentem e expressam uma identidade de gênero diferente do sexo que lhes foi atribuído no nascimento. Em alguns casos, suas identidades não correspondem aos gêneros masculino e feminino expressos ou percebidos em termos convencionais.

 Travesti: Termo que denota pessoas que receberam o gênero masculino ao nascer, mas que percebem e manifestam sua identidade de gênero através de expressões de feminilidade que podem incluir certas modificações corporais (tratamentos hormonais, próteses, silicones), etc.), em geral, sem cirurgia reajustamento genital.

 Transexual: Designa as pessoas que, ao nascer, receberam um sexo que não corresponde ao sexo autopercebido e expresso, com o qual se identificam. Além disso, é utilizado para se referir à construção corporal da identidade e expressão de gênero (seja feminino ou masculino) através de tratamentos hormonais e/ou cirúrgicos.

 Cisgender: Pessoa cuja identidade de gênero corresponde ao sexo atribuído ao nascimento. Cis é usado como o antônimo do prefixo trans.

 Intersexo, intersexo ou intersexos: Pessoas cujos corpos sexuados (cromossomos, órgãos reprodutivos e/ou genitais) não se enquadram anatomicamente nos padrões sexuais e genéricos que constituem o modelo dicotômico masculino-feminino (tradicionalmente referido ou denominado hermafrodita, termo que hoje é desencorajado porque tem uma carga pejorativa). A intersexualidade não é uma patologia, mas uma condição de não conformidade física com critérios culturalmente definidos de normalidade corporal.

Você pode ver tudo  aqui 

Fonte: Cultura.gob.ar 

Data de publicação: 16/04/2019

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Temas

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Não há comentários

Deixe um feedback


Comentários

Tradições
Cayastá, la zanahoria y la reina Cayasta, a cenoura e a rainha

Conheça uma festa que homenageia a cenoura. Uma bela cidade em Santa Fé e uma controvérsia: a escolh...

Tradições
El Motoencuentro O MotoEncuentro, uma festa que forja amizades routerous

Setembro marcou 24 anos desde que o encontro de motocicletas de Diamante revolucionou a cena com sua...

História
Café bar Buenos Aires Cafés de Buenos Aires: aroma e essência do porteño

26 de outubro celebra os cafés da cidade, que foram, são e serão um símbolo de amizade, luzes, amore...

Ambiente
incendios Córdoba E se vier um rio cinzento...

Porque o fogo se apagou, mas as consequências são terríveis. Os cartões postais deixados pelas fogue...

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias