Buenos Aires - - Sábado 19 De Setembro

Home Argentina Ambiente Ecologistas alertam que a dragagem na área da lagoa El Saco causaria “impacto ambiental negativo”

Ecologistas alertam que a dragagem na área da lagoa El Saco causaria “impacto ambiental negativo”

Eles alertaram que as obras de dragagem que o município de Rosario pretende realizar na área da lagoa El Saco, nas ilhas do Paraná, mudariam o “ciclo da água”

Ambiente

O Grupo Ambiental El Paraná No se Toca alertou que as obras de dragagem que o município de Rosario pretende realizar na área da lagoa El Saco, nas ilhas do Paraná, alterariam o “ciclo da água” e gerariam “um impacto ambiental negativo” nesta área húmida.
O aviso veio depois que o município anunciou trabalhos de dragagem no canal de entrada para a lagoa El Saco, cenário da competição de vela, no âmbito dos Jogos de Praia Sul-Americanos, a ser realizada em março próximo.

Um Trabalho Questionado

O contramestre “pretende desenterrar a lagoa El Saco, mas não através do canal natural, mas através dos terrenos do clube náutico. Dessa forma, o acesso ao local seria privatizado”, disse a advogada da entidade ambiental, Romina Araguás.
Ele explicou: “Dizemos que este trabalho mudaria o ciclo da água e geraria um impacto ambiental negativo naquela área húmida, porque o trabalho envolve a remoção de 30.000 metros cúbicos de terra”.
“ Achamos que isso é uma desproporção e consideramos que este trabalho é muito transformador do site, que também é uma reserva natural”, disse o advogado.
Em seguida, reiterou que o município de Rosarino planeja fazer as obras de dragagem, “não pelo canal natural, mas por um riacho que leva à lagoa El Saco”.
E, quanto à dragagem do canal natural que leva a esse espelho de água, Araguás disse que é “uma antiga reivindicação dos pescadores da região”.
“ Os pescadores, que são cerca de 30 famílias vivendo naquela área, sempre entraram na lagoa através daquele canal, que agora está murado. Eles querem recuperar esse espaço para passar pelo lugar mais facilmente”, acrescentou.
Enquanto isso, o secretário de Esportes do município, Adrián Ghiglione, disse rádio 2 de Rosario, que já fez a abertura de concurso para trabalhos de dragagem, mas assegurou que “eles não representam qualquer impacto ambiental negativo” na área.
Para El Paraná No Toca, “há risco de impacto ambiental negativo e, se não, deveriam ter apresentado uma avaliação ambiental, que até agora não foi feita”, disse o advogado Araguás.

Fonte: Télam

Data de publicação: 16/02/2019

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Temas

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Não há comentários

Deixe um feedback


Comentários

Música
Coral Campopiano Coral Campopiano: uma vida de sonhos e luta

Com uma brilhante carreira musical nos Estados Unidos, Coral Campopiano voltou ao país e liderou uma...

Tradições
Teatro griego en Mendoza O teatro grego de Mendoza

Histórico. Toneladas de concreto sobre as colinas. O teatro grego só existe para sediar o Festival d...

Argentinos em todo o mundo
El viaje de Pampa A viagem de Pampa

Belén, Roberto e Pampa saíram na estrada em um 59 combi. Contamos a história dele.

Turismo
O Fetur está chegando

Ser Argentino é patrocinador e participante da primeira feira de turismo virtual na Argentina.

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias