Buenos Aires - - Quinta 24 De Setembro

Home Argentina Ambiente A região do Chaco concentra 80% do desmatamento da Argentina, um relatório do Greenpeace alertou

A região do Chaco concentra 80% do desmatamento da Argentina, um relatório do Greenpeace alertou

Oitenta por cento da área está concentrada na região do Chaco, nas províncias de Santiago del Estero, Salta, Chaco e Formosa.

Ambiente
yaguarete

80% do desmatamento na  Argentina  está concentrado em quatro províncias da região do Chaco:  Santiago del Estero, Salta, Chaco e Formosa  , onde 113 mil hectares foram perdidos no ano passado, o  Greenpeace  alertou hoje em um relatório em que ele culpou a “expansão descontrolada da indústria pecuária”.

A extinção do   yaguareté   , o maior felino da América e o terceiro do mundo, é outro dos riscos advertidos pela pesquisa “O Sacrifício das Florestas do Gran Chaco”, revelou hoje pela organização ambiental.

Lá ele detalha que “a expansão descontrolada da indústria pecuária está gerando um crime histórico sobre um lugar único: o Gran Chaco, segundo ecossistema florestal da América do Sul, depois da Amazônia”.

A importância desse espaço reside no fato de que, segundo o relatório, existem 3.400 espécies de plantas, 500 espécies de aves, 150 mamíferos, 120 répteis, 100anfíbios e mais de 4 milhões de pessoas, das quais cerca de 8% são indígenas, que dependem da floresta para alimentação, água, madeira e medicina.

“80% do desmatamento está concentrado na região do Chaco, nas províncias de  Santiago del Estero, Salta, Chaco e Formosa, onde os últimos cinco anos o desmatamento devido à pecuária intensiva tem sido mais do dobro do que causado pela agricultura”, alertou o relatório do Greenpeace.

Nesta linha, a organização assumiu a responsabilidade da “indústria pecuária” por fazer “as florestas do Chaco e quase todas as suas espécies desaparecerem” com as suas “grandes escavadeiras”.

“Nesse solo, agora aberto, eles instalam suas vacas depois de plantar pastagens para engorda um produto que será exportado e acabará na gôndola de um supermercado”, disse ele.

A obra alertou que a “carne argentina chega à mesa dos consumidores do mundo à custa da destruição das florestas do Gran Chaco e da extinção de seu rei: o yaguareté”, uma das poucas espécies da fauna argentina declarada como Monumento Natural Nacional pela Lei nº 25.463.

Sobre os Yaguaretés do Gran Chaco, ele mencionou que eles dependem de territórios muito grandes (de 400 a 2.900 quilômetros quadrados) e acrescentou que “sua diminuição colocou as espécies à beira da extinção na região”.

Ele especificou ainda que “entre 1985 e 2013, mais de 20% das florestas do Chaco (142.000 quilômetros quadrados) foram convertidas em pastagens e terras agrícolas, reduzindo sua biodiversidade, particularmente os maiores mamíferos”.

A organização prestou atenção aos grandes frigoríficos na Argentina que exportam carne de bovino para grandes supermercados e atacadistas na Europa e

Israel, que exigiu que eles “adotassem uma 'Política de Desmatamento Zero' e pediu-lhes que a implementassem seriamente se a tivessem.”

“Isso significa garantir que tanto seu sistema de produção quanto seus fornecedores não causem desmatamento e respeitem os direitos dos povos indígenas”, ressaltou.

O relatório também alertou sobre a implementação do acordo da União Europeia do Mercosul, afirmando que “a demanda por carne de bovino argentina crescerá, o negócio de exportação de grandes frigoríficos será mais rentável e a pressão sobre as florestas aumentará”.

“Os ambiciosos planos para aumentar o estoque de gado nas províncias do norte da Argentina (mais 10 milhões de vacas) colocam 10 milhões de hectares de florestas em risco”, advertiu.

Nesse sentido, ele previu que “sua degradação, desmatamento e fragmentação não deixarão quase nenhuma chance de sobrevivência para os últimos 20 Yaguaretés restantes na região do Chaco”, então concluiu que é hora de evitar essa situação.

Data de publicação: 10/08/2019

Compartilhar
Classifique este item
0/5

Temas

Escrever! Notas do leitor

Vá para a seção

Comentários


Não há comentários

Deixe um feedback


Comentários

Espetáculos
Celeste Muriega Celeste Muriega, uma entrevistada de luxo

O motorista falou com Serargentino.com. Falou de gostos, paixões e seu presente em Miami, depois da...

Tradições
mujeres en feria de artesanos Vamos à feira?

Vegetais, artesanato, antiguidades. Ir para a feira é uma rotina necessária em Santa Fé, bem como um...

História
Batalla de Tucumán Lembrando a Batalha de Tucumán

Falamos sobre a impressionante batalha liderada por Belgrano em San Miguel de Tucumán.

Argentinos em todo o mundo
 Tec, O maior mural do mundo

Contamos a história de um artista de Córdoba que pintou um dos maiores murais de São Paulo. Ele é Có...

Artigos


Eu quero estar atualizado

Assine a nossa newsletter e recebi as últimas notícias